5 dúvidas sobre seguro viagem

Por

11 / 5 / 2016

Muita gente parece não saber da importância de contratar um seguro viagem antes de embarcar para um destino internacional. E muitas vezes só entendemos a sua importância na hora de necessidade.

Uma vez, em uma viagem curta para outro país, no inverno, me resfriei. Esse resfriado acabou se complicando e precisei ser internado em um hospital local. Não tinha contratado um seguro viagem. A conta de uma noite de internação para curar um princípio de pneumonia veio salgada: pouco mais de US$ 1 mil, bem mais do que teria custado um seguro viagem.

Não deixe de tirar todas as suas dúvidas antes de viajar e, principalmente, antes de contratar o serviço. MoneyGuru responde as principais perguntas sobre seguro viagem para você.

SETA.png O seguro é obrigatório?

Não. Mas países da Comunidade Europeia exigem para evitar gastos médicos com estrangeiros. O Tratato de Schengen estabelece determinadas exigências aos turistas de outros países, como a contratação de um seguro viagem com cobertura mínima de € 30 mil para assistência médica e repatriação funerária e sanitária. Apesar de não obrigatório na maioria dos países, o seguro é recomendado para evitar dores de cabeça e despesas que podem ser exorbitantes.

SETA.png O seguro cobre perda ou extravio de bagagem?

Sim, mas a responsável é a companhia aérea e o passageiro deve recorrer a ela em primeiro lugar para buscar uma indenização - isso, claro, se a bagagem não for encontrada em um período determinado por lei. Em caso de não funcionar, os seguros cobrem esse prejuízo. Vale consultar com cada empresa qual é o valor coberto e as condições.

SETA.png Há alguma carência para o seguro viagem?

Não existe carência para nenhuma das coberturas e assistências.

SETA.png Menores de idade podem contratar?

Sim. O responsável pode fazer a contratação de um plano individual se o menor viajar desacompanhado ou inclui-lo no plano familiar.

SETA.png O que eu recebo ao contratar um seguro viagem?

Segundo a agente de viagens Tânia Bolzan, no momento da contratação você recebe um certificado com as coberturas e o telefone da assistência 24 horas. Ela sugere que o passageiro leve a documentação de preferência junto ao dinheiro e ao passaporte, sempre na bagagem de mão) para acessar sempre que necessário.