Comparamos os cartões pré-pagos de viagem

Por

11 / 12 / 2013

Atualizado em 30/12/2013

Houve um tempo em que era normal embarcar para os Estados Unidos, ou qualquer outro destino fora do Brasil, com uma bolsinha cheia de dólares escondida na cintura. Quando cartão de crédito internacional virou um produto mais difundido, os viajantes passaram a usá-los muito no exterior. Para se ter uma ideia, no início de 2011, a parcela de gastos feito lá fora por meio do cartão de crédito estava em 60,5%, segundo o Banco Central.

Mas foi bem aí que o IOF para esse tipo de operação quase triplicou (foi de 2.38% para 6,38%) e, se a festa não acabou, com certeza, perdeu animação (a parcela de gastos caiu para 52% no primeiro semestre de 2013).

Até 28 de dezembro de 2013, os cartões pré-pagos compensavam, com um IOF de apenas 0,38%. Mas o governo também decidiu subir o imposto dessa modalidade de pagamento e o igualar ao do cartão de crédito (6,38%). Nós já explicamos como eles funcionam aqui. Agora, o MoneyGuru compara essa e outras formas de pagamento dos gastos fora do país. Também listamos as principais características dos três cartões pré-pagos disponíveis, o American Express Global Travel Card, MasterCard Travel Card e Visa TravelMoney. Confira.

 PRÉ-PAGO VERSUS...

...Dinheiro

A principal vantagem é a segurança. Se perder o dinheiro ou for roubado, não tem como recuperá-lo. No caso do pré-pago, basta acionar a companhia, bloquear o saldo e aguardar a entrega do novo cartão sem custo. A taxa de câmbio costuma ser melhor no pré-pago.

...Cartão de Crédito

Um das principais vantagens era o IOF de 0,38%. Mas em 28 de dezembro de 2013, o imposto ficou igual ao do cartão de crédito, subindo para 6,38%. Mas o pré-pago ainda ganha em um ponto: evita sustos com a variação cambial, já que a taxa é definida na hora de carregar o plástico, não depois, no fechamento da fatura do cartão de crédito.

...Cartão de Débito

Especialistas alertam que pode haver cobrança de tarifa de uso do cartão de débito e não é incomum que as operações de débito sejam registradas como crédito, um baita prejuízo.

 ...Traveller Cheque

O pré-pago é mais prático e tem maior aceitação que o cheque de viagem. Para usar o traveller cheque, o turista precisa trocar o papel por dinheiro num banco ou casa credenciada.

 O QUE LEVAR NA VIAGEM

Consultores financeiros recomendam concentrar as despesas da viagem no cartão pré-pago, levar algum dinheiro para pagar táxi e dar gorjetas e ter sempre um cartão de crédito à mão, mas só usá-lo em casos de emergência.

 VISA, MASTER OU AMEX?

Confira no quadro abaixo as principais características de cada bandeira de cartão pré-pago para viagens disponível no mercado brasileiro.

O que cada bandeira de cartão pré-pago oferece

Características Amex Global Travel Card MasterCard Travel Card  Visa TravelMoney
Moedas disponíveis Dólar, euro e libra Cartão de moeda única: dólar, euro e libra. Cartão multimoeda: dólar, euro, libra, dólar canadense, dólar australiano e dólar neozelandês Dólar, Libra, Euro, Rand, Peso Argentino, Dólar Australiano, Dólar Canadense, Dólar Neozelandês, Francos Suíços, Ienes, Peso Chileno, Peso Boliviano. Disponível em moeda única e multimoeda (este apenas no Banco Bonsucesso)
Tarifa para aquisição do cartão Depende do distribuidor Depende do distribuidor Depende do distribuidor
Recarga mínima US$ / £ / € 100 Cartão de moeda única: US$ 100/ £ 65 / € 85. Cartão multimoeda: US$ 100 ou equivalente US$ / £ / € 100
Tarifa de uso em lojas Não tem Não tem Não tem
Limite diário de compras Saldo do cartão Cartão de moeda única: US$ 10 mil/ £ 6 mil / € 8 mil. Cartão multimoeda: US$ 10 mil ou equivalente Saldo do cartão
Tarifa de saque US$ 2,50 / £ 1,75 / € 2,50 Cartão de moeda única: US$ / £ / € 2,50. Cartão multimoeda: US$ 2,50 / £ 1,60 / € 1,90 / CA$  4 / AU$ 3,80 / NZ$ 5 US$ 2,50
Limite diário de saque US$ 1 mil / £ 600 / € 800 Cartão de moeda única: US$ 1 mil/ £ 600 / € 800. Cartão multimoeda: US$ 1 mil ou equivalente US$ 1 mil
Tarifa por inatividade Não tem US$ / £ / € 2,50 por mês após seis meses de inatividade (moeda única e multimoeda) US$ 1 por mês após três meses de inatividade
Distribuidores no Brasil Bradesco, BRB, HSBC, Itaú, Ourinvest, Safra Citibank, Banco Daycoval, Banco Paulista, Banco Rendimento, Banco Safra, Banco Banrisul, Coluna DTVM, Confidence Câmbio, Deboni, Fair Corretora, Grupo Fitta, Hoya, Intercam,
Lastro, Novo Mundo, Renova, TOV Câmbio, Treviso
Banco Rendimento, Banco Schahin, Banco do Brasil, Banco Confidence, Banco Bradesco, Banco Cruzeiro do Sul, Banco Bonsucesso e casas de câmbio afiliadas pelos bancos
Aceitação no exterior Melhor na América do Norte. A empresa informa que a bandeira é aceita globalmente em milhões de estabelecimentos e caixas eletrônicos e sites internacionais Funciona bem nos principais destinos mundiais. A empresa informa que a bandeira é aceita em mais de 35,9 milhões de estabelecimentos credenciados MasterCard no mundo todo e em 2 milhões de caixas automáticos Funciona bem nos principais destinos mundiais. A empresa informa que os cartões são aceitos em milhões de estabelecimentos ao redor do mundo e é possível efetuar saques em dois milhões de caixas eletrônicos

Fonte: Operadoras de cartões, bancos e casas de câmbio