Saiba o que é pagar o mínimo da fatura do cartão

Por

10 / 4 / 2016

Todos nós sabemos que ao mesmo tempo em que o cartão de crédito pode salvar nossas vidas, também pode nos atrapalhar, caso não seja bem utilizado. E não tem forma pior de utilizá-lo do que não conhecendo suas principais funções.

Uma delas ocorre ao pagarmos a fatura. Todo mês recebemos o boleto com o valor integral, mas também podemos optar por fazer o chamado pagamento mínimo. Assim como o cartão em si, essa opção também tem suas vantagens e desvantagens, portanto, a seguir o MoneyGuru irá explicar como funciona esse tipo de pagamento e o que você pode fazer para evitar as dívidas. 
 

SETA.png O que é pagamento mínimo do cartão?

Como o próprio nome diz, é o valor mínimo que você pode pagar da sua fatura. Geralmente as pessoas o utilizam quando não podem pagar o valor total da conta que, mesmo parcelada, ficou alta demais para o orçamento. Como alternativa, pagam o menor valor. Nada melhor para diminuir os gastos do mês, certo?

Acontece que quando o valor mínimo é pago, o restante do valor que não pôde ser quitado naquele mês terá que ser pago no mês seguinte. Funciona como um financiamento, só que com uma cobrança extra de juros. Quando essa forma de pagamento é acionada, você entra no chamado crédito rotativo, que compromete o limite do cartão e tem as taxas de juros mais altas do mercado. De acordo última pesquisa do Banco Central realizada em fevereiro de 2016, os juros anuais do crédito rotativo chegaram a 447,5% em média, recorde registrado na série histórica iniciada em março de 2011.

Como exemplo, vamos dizer que o valor mínimo de sua fatura no mês 01 – que  giram em torno de 15% ao mês –, foi de R$150, de um total de R$1.000. No mês seguinte, além de pagar o restante da fatura (R$ 850), você teria que arcar com um juro em torno de R$127,50. Ou seja, a fatura do próximo mês ficaria em R$977,50. É como se você tivesse pago apenas R$22,50 da fatura anterior. Os outros R$105 foram usados para pagar os juros de não ter pago a fatura completa. E se por acaso continuar a manter esses gastos, a conta se tornará ainda mais alta no próximo mês. Uma verdadeira bola de neve, quer ver?

Vamos supor que a cada mês você gaste sempre R$1.000 e sempre pague o valor mínimo da fatura, igual o exemplo acima. A cada mês esse valor mínimo irá aumentar, assim como a sua dívida. Ou seja, quanto mais eu pago, mais eu devo. Problemão, ein?

Mês Valor da fatura
(total)
Valor recebido (pagamento mínimo) Valor refinanciado
(não pago)
Juro rotativo
Mês 01 R$1.000 R$150 R$850 R$ 127
Mês 02 R$1.977 R$296 R$1.681 R$252
Mês 03 R$2.933 R$440 R$2.493 R$374
Mês 04 R$3.867 R$580 R$3.287 R$493


SETA.png Dicas para fugir do juro rotativo

Existe um modo bem simples de nunca cair no juro rotativo do cartão: não utilizar o pagamento mínimo da fatura. A melhor opção sempre será pagar as faturas em dia, em seu valor total. Porém, quando não for possível, pague o máximo que você conseguir daquela fatura. Quanto maior a diferença entre o pagamento realizado e o valor mínimo estipulado, menor será o acumulado de dívida e juros para o mês seguinte. Além disso, é importante segurar os gastos em momentos assim até que você consiga zerar a fatura em atraso do cartão.

Outra recomendação para sair da cobrança desses juros altíssimos é tentar negociar com seu gerente bancário, pois ele pode oferecer uma proposta dentro do seu orçamento para quitar esse débito.

Assim que conseguir quitar a fatura em atraso, evite ao máximo nas próximas contas comprometer-se com o pagamento mínimo. Para isso, pense antes de acumular dívidas no cartão e assustar-se com o valor da fatura no fim do mês. Basta calcular quais são seus gastos fixos mensais essenciais e subtrair dos seus ganhos, a diferença será o seu limite de gastos no cartão. Use o pagamento mínimo apenas como última opção! 

Dica MoneyGuru: saiba bem onde você está se metendo antes de realizar uma compra alta que não possa cobrir de imediato. Pense sempre na melhor opção a longo prazo, não apenas para aquele mês apertado. A saúde do seu bolso agradece!